segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

A morte pequena

(Carl Andre. "Slope 2004", 1968)

O que está aquém
o além (e o meio
o que separa:
também se separa mais tarde)

De um lado
o ser você do outro
nada O chamado
(a porta - não há volta
uma membrana):

"Diluir-se
em mim despejar-se
(você é mar)
que o nada é a morte ainda moça".

3 comentários:

  1. "De um lado
    o ser você do outro
    nada"
    !!!!

    Muito bom, Vagner! Voltou com força!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou meio enferrujado, mas retomando, Alberto. Obrigado!

      Excluir